Segunda-feira,Maio 27, 2024
12.5 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Color Run Castelo Branco: falta de palavra de Leopoldo Rodrigues cancela prova a menos de um mês

É mais uma polémica no executivo de Leopoldo Rodrigues. A menos de um mês da realização do evento nacional The Color Run em Castelo Branco, marcada para o próximo dia 4 de junho, o presidente da autarquia resolveu cancelar a prova para grande surpresa dos organizadores e dos participantes já inscritos. O município também não se responsabilizou pelos custos já despendidos com a organização.

Foto: Facebook

Castelo Branco era uma das apenas três cidades onde a prova The Color Run iria decorrer durante este ano, juntamente com Gondomar e Oeiras. Estava agendada para dia 4 de junho e prometia trazer centenas de pessoas à cidade, num evento de 5 km, sem tempo cronometrado em que milhares de participantes, ou “Color Runners”, são mergulhados da cabeça aos pés em diferentes cores a cada quilómetro, numa festa de música e cor. Mas o cenário ficou bem cinzento quando ontem a promotora do evento anunciou o cancelamento inesperado do evento na cidade albicastrense.

Em comunicado divulgado na página oficial da The Color Run Portugal, a promotora do evento The Color Run Castelo Branco acusa Leopoldo Rodrigues do cancelamento da prova, lamentando este desfecho por parte da autarquia, “com quem conduzimos todo o procedimento de forma clara e transparente, levando inclusive a uma extensa troca de informação entre as partes com vista ao sucesso do evento. Apesar de toda esta troca de informação, com caráter sério e profissional, a autarquia suporta agora uma decisão de cancelamento do evento com a qual a nossa equipa nunca se deparou ao longo dos últimos 10 anos de organização do evento The Color Run”.

Foto: Facebook

Segundo fontes oficiais do município albicastrense, apesar dos contactos entre a autarquia e a empresa em causa, o procedimento de contratação não chegou a avançar, o que inviabilizou a realização da atividade na cidade. É caso para dizer que Leopoldo Rodrigues coloca “o carro à frente dos bois”, assumindo compromissos sem certezas de os poder cumprir.

O cartaz chegou mesmo a ser divulgado nos canais oficiais da prova e as inscrições foram abertas. A notícia espalhou-se de supetão pelas redes sociais, acarinhada efusivamente pela juventude de todo o concelho – e não só! -, na medida em que o evento de grande renome a nível internacional, atrai visitantes de todo o país. Centenas de bilhetes comprados, fornecedores e entidades da organização contratados, parecia tudo a postos para aquilo que seria um evento de grande dimensão ter lugar em Castelo Branco… até Leopoldo Rodrigues voltar com a palavra atrás e “lavar dali as suas mãos”, deixando os grandes custos já despendidos a cargo da entidade organizadora.

No mesmo comunicado, a entidade lamenta “a decisão final da autarquia que optou por cancelar o evento”, pedindo “desde já as nossas mais sinceras desculpas a todos os albicastrenses, fornecedores e entidades envolvidas na realização do evento, sendo que seremos nós, promotores do evento a assumir todas as responsabilidades e custos previamente contratados para a sua possível realização, assim como a devolução do valor do bilhete a quem já o adquiriu, uma vez que a CM de Castelo Branco não assumiu essa responsabilidade”.

- Publicidade -

Pelas redes sociais, manifesta-se já uma onda de indignação contra a falta de palavra do presidente da Câmara albicastrense. É mais um caso em que o executivo de Castelo Branco vem manchar o nome da cidade, desta feita junto da promotora nacional de uma prova de escala planetária, que reúne milhares de participantes nas suas edições espalhadas pelas principais cidades de Portugal.

Foto: Facebook

Contactado telefonicamente pelo O Regiões, o presidente da autarquia Leopoldo Rodrigues descarta qualquer envolvimento e responsabilidade da Câmara Municipal na organização do evento, alegando que “na página do município nunca houve qualquer divulgação da prova em questão” e acrescentando ainda que o “executivo albicastrense não se vai responsabilizar por algo que não organizou”.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor