Segunda-feira,Abril 22, 2024
11.5 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Famílias vulneráveis vão ter apoio de 30 euros mês até ao fim do ano

O Governo vai avançar com um novo apoio para as famílias mais vulneráveis que será pago “ao longo de todo o ano numa base regular, previsível e estável”, anunciou o ministro das Finanças na sexta-feira passada. O apoio corresponderá a 30 euros, a que acrescem mais 15 euros por cada filho, e serão abrangidas as famílias até ao 4º escalão do abono de família.

Famílias vulneráveis vão ter apoio de 30 euros mês até ao fim do ano
DR

O novo apoio, concretizou a ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, vai abranger um milhão e setenta mil famílias. Estará em vigor durante todo o ano e será pago numa base trimestral – a primeira prestação de 90 euros já em abril, depois em junho, agosto e novembro, num total de 370 euros no ano.

Para as famílias com filhos, o apoio será maior: haverá “um complemento extraordinário aos beneficiários do abono de família até ao 4º escalão, de 15 euros mensais por criança ou jovem” o que, na prática, significará um total de 180 euros até final do ano. Ana Mendes Godinho estima que sejam abrangidas um milhão e cem mil famílias, sendo que o primeiro pagamento vai ocorrer em maio, juntamente com o abono de família e depois novamente em junho, agosto e novembro.

Para um casal que esteja numa situação de maior vulnerabilidade, com 2 filhos, são 720 euros adicionais pagos este ano, concretizou a ministra, que lembrou que este novo apoio “será pago exclusivamente através de transferência bancária e apelou a todos que atualizem os seus dados bancários junto da Segurança Social, para que possa ser processado o pagamento automático.

Estas medidas, estima o Governo, terão, no seu conjunto, um custo de 583 milhões de euros provenientes do Orçamento do Estado.

A quem se destina este apoio?

- Publicidade -

Estão abrangidos os agregados que incluam, pelo menos, um beneficiário de:

  • tarifa social de energia
  • complemento solidário para idosos
  • rendimento social de inserção
  • complemento da prestação social de inclusão
  • pensão social de velhice
  • pensão social de invalidez
  • subsídio social de desemprego
  • abono de família até ao segundo escalão  

Quando é que será feito o pagamento do apoio?

O primeiro pagamento será feito em abril.

Os pagamentos referentes aos trimestres seguintes chegam nos meses de junho, agosto e novembro.

Já o complemento extraordinário para crianças até ao 4.º escalão do abono de família é pago a partir de maio, juntamente com o abono. Os pagamentos seguintes ocorrem em junho, agosto e novembro.

Como é que será feito o pagamento do apoio?

Através da Segurança Social e exclusivamente através de transferência bancária.
Nesse sentido, é essencial confirmar e, caso seja necessário, atualizar os dados bancários junto da Segurança Social. Esta atualização pode ser feita online, através do portal Segurança Social Direta.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

19.04.2024