Quinta-feira,Abril 18, 2024
12 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Figueira da Foz assinala os 100 anos do nascimento de Mário Soares em 2024

O município da Figueira da Foz vai assinalar em 2024 o centenário do nascimento de Mário Soares, do antigo Presidente da República e fundador do Partido Socialista (PS), disse este domingo Pedro Santana Lopes, presidente da Câmara, à agência Lusa.

“A Figueira da Foz, concelho ao qual o doutor Mário Soares tinha uma ligação muito forte, nomeadamente à freguesia de Buarcos, quer assinalar os 100 anos do seu nascimento com o relevo e com o destaque que o homenageado merece”, sublinhou Pedro Santana Lopes.

O autarca, que governa aquela Câmara do distrito de Coimbra desde 2021, eleito pelo movimento Figueira a Primeira, adiantou que a evocação vai decorrer ao longo de todo o ano de 2024, com um programa de atividades que ainda está a ser preparado.

Figueira da Foz assinala os 100 anos do nascimento de Mário Soares em 2024
DR

Para o efeito, o município vai constituir uma comissão coordenadora das celebrações que vai ser presidida pelo antigo deputado e governante António Campos, histórico dirigente socialista e amigo próximo de Mário Soares, e por outras personalidades que brevemente serão divulgadas.

“Soares foi sempre muito bem recebido na Figueira da Foz e gostava muito de vir cá, sobretudo a Buarcos”, recordou Pedro Santana Lopes, que na sua primeira passagem pela Câmara (1997-2001) atribuiu o nome do antigo Presidente da República a uma das principais avenidas da cidade, como fez com Francisco Sá Carneiro, primeiro-ministro falecido em 1980.

Mário Soares faleceu em 07 de janeiro de 2017, aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa.

- Publicidade -

O histórico socialista desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do PS e Presidente da República.

Nascido a 07 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares foi fundador e primeiro líder do PS, e ministro dos Negócios Estrangeiros após a revolução do 25 de Abril de 1974.

Primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, foi Soares a pedir a adesão à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e a assinar o respetivo tratado, em 1985. Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

16.04.2024