Terça-feira,Junho 18, 2024
16 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Já são 540 pessoas detidas em França durante protestos do 1.º de Maio

As autoridades francesas indicaram esta terça-feira que, pelo menos, 540 pessoas foram detidas como resultado dos protestos no Dia do Trabalhador nas principais cidades de França, registando-se ferimentos em 400 agentes da polícia e gendarmes.

As autoridades francesas
DR

Na sequência do elevado número de detenções, o ministro do Interior, Gérald Darmanin, defende a aprovação de uma “lei contra arruaceiros” e apela à sanção “de forma firme daqueles que atacaram a polícia”.

Segundo o ministro do Interior, Gérald Darmanin, os “pontos de violência” aconteceram durante manifestações na segunda-feira contra a reforma das pensões imposta pelo chefe de Estado, Emmanuel Macron, e que foram convocadas no âmbito dos desfiles do 1º de Maio.

O ministro acrescentou que alguns dos feridos se encontram em situação “muito delicada” mas fora de perigo.

De acordo com as autoridades francesas, no decorrer dos confrontos de Paris, ficaram feridas 259 pessoas, 61 das quais manifestantes.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor