Domingo,Maio 26, 2024
19.8 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Jornalista do Wall Street Journal detido na Rússia por espionagem

O Serviço de Segurança Federal Russo (FSB) revelou, esta quinta-feira, que deteve o jornalista do Wall Street Journal Evan Gershkovich, de 31 anos, na cidade de Yekaterinburg, nos Urais, por suspeitas de espionagem, de acordo com o que noticiou a imprensa russa.

O repórter americano estaria a cobrir o confronto Rússia-Ucrânia e o grupo mercenário Wagner, em Yekaterinburg, mas segundo a RIA Novosti, Gershkovich esteve envolvido na recolha de “informações secretas” sobre uma empresa de defesa russa.

Jornalista do Wall Street Journal detido na Rússia por espionagem
DR

“O FSB interrompeu as atividades ilegais do cidadão americano Gershkovich Evan (…) correspondente do escritório de Moscovo do jornal americano The Wall Street Journal, credenciado no Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, suspeito de espionagem no interesse do governo americano”, disse o FSB

De acordo com o The Moscow Times, o especialista em relações públicas Yaroslav Shirshikov disse, no Telegram, que recebeu um telefonema durante a noite de um funcionário do Wall Street Journal, que não conseguia entrar em contato com Gershkovich.

Já o jornalista, Dmitry Kolezev, natural de Yekaterinburg mas residente no estrangeiro, disse ao jornal que a detenção de Gershkovich terá ocorrido devido às suas reportagens.

“Suponho que o motivo tenha sido o trabalho jornalístico de Evan”, afirmou.

- Publicidade -

Segundo um perfil disponível no Wall Street Journal, Gershkovich, de 31 anos, trabalhou anteriormente como jornalista na Agence France-Presse e no The Moscow Times, além de assistente para o New York Times.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor