Segunda-feira,Maio 27, 2024
12.5 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Lula da Silva em Portugal sem os cravos de Abril

O Presidente do Brasil está em Portugal a partir desta sexta-feira, dia 21, para uma visita de Estado que termina na manhã de 24 de Abril numa sessão solene na Assembleia da República. Evita-se assim a controversa presença de Lula da Silva nas cerimónias dos 49 anos da revolução dos cravos.

Lula da Silva antecipa visita a Portugal e falha sessão solene na AR
DR

A agenda oficial começa este sábado com o chefe de Estado brasileiro a ser recebido, com honras militares, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Depois Lula vai ao Mosteiro dos Jerónimos para depositar flores no túmulo do poeta Luís de Camões. O presidente brasileiro tem almoço marcado com o primeiro-ministro António Costa, seguida de uma reunião privada.

Da parte da tarde, Lula da Silva participa na reunião plenária da 13.ª Cimeira Luso-Brasileira, na qual está previsto que os dois países assinem mais de uma dezena acordos bilaterais em várias áreas, entre as quais o turismo.

A cimeira não ocorre desde 2016, uma vez que o seu antecessor, Jair Bolsonaro, desprezou estas cimeiras bilaterais. Marcelo Rebelo de Sousa estará presente neste evento.

No domingo não há ainda agenda oficial mas é possível que Lula tenha agenda pessoal ou encontros com delegações de brasileiros a residir em Portugal.

Na segunda-feira, dia 24, o Presidente do Brasil e António Costa vão, logo pela manhã, a Matosinhos participar na abertura do Fórum de Negócios Portugal-Brasil. O evento é organizado em conjunto pela Aicep e pela agência brasileira Apex.

- Publicidade -

À tarde, após regresso a Lisboa, Lula e Marcelo entregarão o prémio Camões a Chico Buarque. Embora o cantor brasileiro já tenha vencido o galardão em 2019, Bolsonaro não assinou o documento que conferia a distinção, pelo que esta nunca foi, até hoje, atribuída oficialmente.

Finalmente, na terça-feira, 25 de abril, Lula da Silva, discursa, de manhã, numa sessão solene na Assembleia da República. E este será o ato mais emblemático da visita de Estado a Portugal. Por esta hora, a Assembleia da República já estará decorada com os cravos vermelhos, pronta para as cerimónias oficiais do 49° aniversário da revolução de 25 de Abril.

Lula da Silva não ficará em Portugal para assistir à sessão solene. Terminado o discurso na Assembleia da República viaja para Madrid, Espanha, onde tem encontro marcado com o Rei Filipe VI.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor