Terça-feira,Junho 18, 2024
16 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Mais do mesmo

No dia passado, dia 24, ao passar em frente ao novo edifício do Hospital Amato Lusitano, Ambulatório 1, deparei com uma dezena de pessoas muito bem vestidas para um dia de trabalho normal, imprensa, polícia e algum nervosismo á mistura.

Nesse momento a minha memória recuou para a decada de 60/70 na aldeia de Sobreira Formosa.

Recordei quando a aldeia era visitada por altas individualidades do distrito e todos se preparavam para esse momento único.

Coincidência ou não, encontro alguns pontos em comum.

A chegada das ditas individualidades era preparada com pompa e circunstância.

Quem esperava por eles usava o seu melhor fato, a melhor gravata e as senhoras com o melhor penteado possivel. Era uma festa.

- Publicidade -

Alguns fotografos e muitas palmas à chegada das personagens.

Passados tantos anos a “pompa e circunstância” é a mesma, nada mudou.

Agora a sério e sem qualquer saudosismo das décadas referenciadas, achei de uma coincidência fabulosa (para não dizer outra coisa), a vinda para Castelo Branco de todo o Governo, para concretizar a iniciativa “Governo Mais Próximo”, já prevista para 2020, particularmente após uma semana nefasta para a imagem de Castelo Branco que esteve nas primeiras páginas e aberturas de telejornais, pelos motivos que todos sabemos.

Pura coincidência, talvez!

Vi o Sr. Presidente da Câmara Municipal Castelo Branco com um ar, bastante feliz ao lado do Primeiro Ministro, Ministro da Saúde entre outros governantes.

Foto DR

Só entendo essa felicidade pela forma de bem receber, tão caracteristica dos Albicastrenses, ou então por estar ao lado o Secretário Geral do seu partido.

Qual a mais valia que tamanha comitiva trouxe para a nossa cidade e concelho.

Até agora nada vi de real e benéfico para a nossa pobre economia local e para o desenvolvimento da capital de distrito.

Por exemplo, a inauguração do novo edifício de ambulatório do HAL não trouxe nada de novo. O edificio já funciona desde Agosto de 2022 e continua com as mesmas lacunas no que diz respeito a médicos expecialistas, enfermeiros e outros profissionais de saúde. A maternidade não vai fechar?

Não sei, vamos aguardar.

O PM visita a Dielmar e constata a recuperação de uma prestigiada empresa graças ao investimento privado.

Neste caso em particular, foi de louvar a rápida intervenção da nossa autarquia quando foi anunciada a insolvência da empresa.

O Ministro das finanças visitou a repartição de finanças 1 e 2 em Castelo Branco. Será que veio aprender alguma coisa? Talvez.

A Ministra da agricultura visitou a Adega 23.

Prova de vinhos. Nada mau.

Das mais de 40 visitas e inaugurações, cerca de 20 foram em Castelo Branco.

Infelizmente muito show-off, muito trabalho para a imagem, mas nada de vantajoso para a nossa cidade, para a nossa economia.

Dos actos mais importantes, nomeadamente a Assinatura de Contratos PRR da Agenda de Inovação da Agricultura em matéria de alimentação sustentável (PRR) foi feito em ldanha-a-Nova.

A assinatura de contrato com a CIM das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) para promoção de cerca de 700 fogos de habitação acessível (PRR) foi feito no Fundão.

Em Castelo Branco tivemos a entrega de Contrato de Comparticipação Financeira PRR – Respostas inovadoras para lugares em habitação colaborativa (Santa Casa da Misericórdia) já não é mau.

E pronto, esta é a minha opinião, mais do mesmo, muitos sorrisos, muitas reportagens, muitas palminhas…mas com tudo espremido não vejo nada de importante para a nossa cidade a não ser a imprensa falar de Castelo Branco por motivos bem mais inócuos.

Precisamos de mais muito mais.

 

- Publicidade -
Marco Antonio
Marco Antonio
Nascido a 27 de fevereiro de 1964 na Covilhã. Estudou em Castelo Branco, e iniciou sua carreira profissional na indústria farmacêutica em 1986.

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor