Segunda-feira,Maio 27, 2024
12.5 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Morreu a cantora Sara Tavares aos 45 anos

A cantora portuguesa Sara Tavares, diagnosticada com um tumor cerebral, morreu este domingo ao final da tarde aos 45 anos, no Hospital da Luz, em Lisboa, afirmou à agência Lusa fonte da família.

Morreu a cantora Sara Tavares aos 45 anos
DR

Sara Tavares morreu, este domingo, no hospital da Luz, em Lisboa. A cantora e compositora tinha 45 anos e há mais de uma década que tinha sido diagnosticada com um tumor no cérebro.

A carreira de Sara Tavares começou com a vitória na final da primeira edição do programa da SIC Chuva de Estrelas (1994). No mesmo ano, Sara Tavares venceu o Festival da Canção da RTP com o tema “Chamar a Música”.

A cantora soma duas décadas de carreira na música portuguesa de raiz africana e multiplicou-se em projetos e colaborações paralelas com outros artistas, como Capicua e Branko.

Sara Tavares nasceu em Lisboa, em 1978 e tinha ascendência cabo-verdiana. A cantora tornou-se conhecida do grande público quando venceu o programa da SIC “Chuva de Estrelas” em 1994 com uma interpretação de Whitney Houston. Tinha apenas 15 anos quando venceu o concurso.

No mesmo ano, venceu o Festival RTP da Canção com “Chamar a Música”, de Rosa Lobato de Faria e João Oliveira. Na Eurovisão conseguiria alcançar o oitavo lugar com o tema.

- Publicidade -

Em 1996 estreou-se discograficamente com “Sara Tavares & Shout!”. Cantou em 1999 o tema “Solta-se o Beijo” da Ala dos Namorados.

Em 1999 editou o álbum “Mi Ma Bô”, no qual propunha uma sonoridade de fusão afro-pop-soul. O disco foi gravado em França e produzido pelo franco-congolês Lokua Kanza, tendo vendido em Portugal um número de cópias que lhe valeu o galardão de Disco de Ouro.

“Balancê” é o título do terceiro álbum e tornou-se no seu cartão-de-visita internacional, tendo Sara Tavares sido nomeada como Artista Revelação para os prémios BBC Radio 3 World Music, em 2007. Em Portugal, as vendas e “Balancê” valeram-lhe um Disco de Platina.

Em 2008, editou o DVD “Alive in Lisbon” e, em 2011, Sara Tavares, depois de ter ultrapassado problemas de saúde que a forçaram a interromper a carreira, recebeu Prémio de Melhor Voz Feminina nos Cabo Verde Music Awards e colaborou em estúdio com vários artistas, nomeadamente os Buraka Som Sistema.

Em 2009, a artista viu-se obrigada a fazer uma pausa na sua carreira quando foi diagnosticada com um tumor no cérebro.

Em 2012, deu continuidade à digressão internacional “Xinti”, título do álbum editado em 2009, e que lhe valeu o Prémio Carreira do África Festival 2012, na Alemanha.

Sara Tavares cresceu no Pragal, no concelho de Almada.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor