Terça-feira,Abril 16, 2024
26.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

“Os três fês: Fátima, e Futebol com Fé

Neste 13 de Maio, com peregrinos de toda a parte de Portugal (…) caminhando por estrada e por trilhos até Fátima. A Fé, move-lhes as pernas já cansadas pelos quilómetros percorridos desde as suas casas (cidades e aldeias) em reza do terço para que haja mais paz no mundo, saúde e melhoria na economia para quem passa mal e trabalha tanto!

Foto: Paulo Cunha / LUSA

Por outro lado há quem vá a outros “santuários” os estádios de futebol, alimentando os grandes salários dos grandes artistas da bola – faltando o pão à mesa para os filhos – na ida ao futebol, não pode faltar dinheiro para o bilhete a camisola, o cachecol o cachorro quente, e a cerveja. A bandeira a agitar do clube predileto “do peito”, com a euforia quando são abordados, pelas câmaras das TVS. Só para os “invejosos” amigos….( olha liga a TV estou a aparecer aqui no futebol)…com esta ostentação paupérrima e em grande festa, a foto ou o´’frame’ de vídeo do telemóvel com postagem nas redes sociais, não pode faltar, pois aumenta-lhes “Ego” com os likes.

Para isto tudo, também é preciso ter Fé e só Fé, uns com a religião, outros com o futebol(…) com distração a viverem um dia de cada mas ambos amantes de grandes “santuários” onde lhe é permitido terem a FÉ!

São o escape de quem já não quer, nem tem pachorra, para ver telejornais com notícias das guerras do mundo, as más medidas politicas praticadas pelos governantes do país (…) só com o pretexto da FÉ para irem a Fátima ou ao Futebol mas sempre com muita Fé e em distração com os amigos!

Portugal, onde se vive com três “FÊS” : Fátima, Futebol e com Fé para que isto um dia melhor e deixe de ser a fantochada por parte dos nossos políticos da liga sénior em braço dado (…) eles também em grande união de FÉ com Fátima e Futebol, já temos um país quase sem pão à mesa nem vinho no jarro para uma última ceia de manjar do povo, que trabalha para “pagar” os grandes impostos e diminuir a dívida ao crédito Europeu(…)os “farsantes políticos” em passeatas, fazendo pela “vidinha”, sempre a pensar no amanhã “deles” com uma engorda desmesurada e fatídica, mas sem propósito ou despor só com o “nepotismo” destes e dos amigos como fossem o “alheio”!

Vamos continuar a ter FÉ, em Fátima e com Futebol, até que a “fantochada politica” acorde de uma vez por todas e só procure fazer (…) também estes (políticos), uma vidinha mais humilde só com o salário próprio e deixar-se de despesas de representação – quem paga já está Farto de pagar, para este peditório (…)são sempre os mesmos bandeirantes da política nacional.

- Publicidade -

Estes senhores da política nacional, nem sequer precisam de ter FÉ, porque o Povo trata de lhe dar essa mesma FÉ nas urnas. Este mesmo Povo, faz o caminho a pedantes a criar bolhas nos pés e quando chegam: vão acender a vela à nossa senhora de Fátima, rezando com muita FÉ e pedindo por estes “egrégios políticos”, que possam ter uma vida longa no calvário político onde estão metidos e para o “povo” poder ter forças para os engordar cada vez mais!

 

- Publicidade -
Fernando Jesus Pires
Fernando Jesus Pires
Jornalista há 35 anos, trabalhou como enviado especial em Macau, República Popular da China, Tailândia, Taiwan, Hong Kong, Coréia do Sul e Paralelo 38, Espanha, Andorra, França, Marrocos, Argélia, Sahara e Mauritânia.

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor