Terça-feira,Abril 16, 2024
26.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

“Peregrinação Segura 2023” da GNR já está na estrada

A GNR vai intensificar a partir de hoje e até dia 14 ações de patrulhamento nas principais vias de acesso a Fátima e apoiar os peregrinos que rumam ao santuário para as celebrações religiosas do 13 de maio.

A GNR vai intensificar a partir de hoje e até dia 14 ações de patrulhamento nas principais vias de acesso a Fátima e apoiar os peregrinos que rumam
DR

A Guarda Nacional Republicana (GNR), no âmbito das celebrações das aparições de Fátima, intensifica a partir de hoje e até ao dia 14 de Maio, as acções de patrulhamento nas principais vias de acesso à cidade de Fátima, com o objetivo de apoiar e garantir a segurança dos peregrinos durante as suas deslocações, reforçando ainda o policiamento no Santuário e zonas envolventes.

O 13 de Maio e, Fátima trata-se de um evento de grande impacto a nível nacional e internacional, que reúne milhares de fiéis de todo o mundo, e, por isso, a GNR prevê um elevado número de peregrinos a efetuarem o percurso a pé, em grupos numerosos e circulando muitas vezes em vias com tráfego intenso e com bermas estreitas ou com ausência das mesmas, o que potencia o risco de atropelamento.

Este ano, por causa da Jornada Mundial da Juventude que se realiza em Portugal, este evento poderá ainda alcançar uma maior dimensão, sendo esperada uma maior afluência de peregrinos impondo-se uma preocupação acrescida em termos de segurança.

Garantir segurança dos peregrinos

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) adianta que a operação “Peregrinação Segura 2023” visa apoiar e garantir a segurança dos peregrinos durante as deslocações, reforçando ainda o policiamento no Santuário de Fátima e zonas envolventes.

- Publicidade -

A operação será realizada em duas fases, sendo a primeira a partir de hoje e até dia 11, através de policiamento para as vias mais críticas, designadamente as pedestres usadas pelos peregrinos e zonas envolventes ao local do evento e respetivos eixos viários de acesso.

A segunda fase da operação vai decorrer de 12 a 14 de maio para “garantir a segurança das celebrações religiosas que decorrem no Santuário de Fátima e zonas envolventes”.

A GNR prevê este ano uma maior afluência de peregrinos ao Santuário motivada pela Jornada Mundial da Juventude que se realiza em agosto em Portugal, aconselhando os peregrinos a “andar em fila indiana” e a sinalizar o início e o fim dos grupos.

As autoridades aconselham, igualmente, os peregrinos a usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes refletores, a não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões, não usar auscultadores, nem auriculares, nem o telemóvel, fazer pausas durante a caminhada, não andar sozinho durante a noite, reunir o grupo sempre fora da estrada e ter cuidado especial ao atravessar as vias.

Já na cidade de Fátima e no Santuário, a GNR recomenda aos peregrinos que cheguem atempadamente para evitar filas prolongadas e para não deixarem bens à vista no interior dos veículos e após as cerimónias que saiam de “formal calma e gradual”, não perdendo de vista crianças e idosos.

Recomendações da GNR:

Andar em fila indiana; Sinalizar o início e o fim dos grupos; Não andar na estrada, mas sim pela berma; Caminhar sempre na berma contrária ao sentido do trânsito; Não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões; Usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes refletores; Se for preciso reunir o grupo, fazê-lo sempre fora da estrada; Não usar auscultadores nem auriculares; Não utilizar o telemóvel durante a caminhada; Fazer pausas durante a caminhada; Não andar sozinho(a) durante a noite; Ter cuidado especial ao atravessar as vias.

As autoridades deixam ainda recomendações na chegada a Fátima e ao Santuário: Chegue atempadamente a fim de evitar filas prolongadas; Não deixe bens à vista no interior dos veículos, guarde-os na bagageira antes de chegar ao local onde vai estacionar; Não deixe documentos pessoais nos veículos, tenha-os sempre consigo; Não transporte a carteira/telemóvel no bolso de trás ou na mochila, guarde-os num bolso da frente ou numa bolsa com fecho que esteja sempre em contato com o corpo; Evite andar com grandes quantias de dinheiro, divida-o e distribua-o por vários locais; Não leve bens de valor, nem objetos que sejam ostensivos; Tenha sempre o telemóvel com bateria e o contacto dos demais elementos do grupo; Logo após o fim das cerimónias, a saída deve ser calma e gradual evitando as filas prolongadas; Nunca perca de vista os idosos e crianças que o acompanham, devendo estes terem sempre um contacto de um adulto do grupo.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

15.04.2024