Terça-feira,Maio 21, 2024
11.6 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Português, detido no Brasil, é extraditado pela prática de 67 crimes de abuso sexual contra a sua neta

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo e da Unidade de Cooperação Internacional, operacionalizou a extradição de um cidadão nacional, com 77 anos de idade, detido no Brasil, visando a sua apresentação a primeiro interrogatório judicial de arguido, para aplicação de medida de coação, encontrando-se fortemente indiciado pela prática de 67 crimes de abuso sexual de crianças, na forma agravada.

a extradição de um cidadão nacional, com 77 anos de idade, detido no Brasil,
DR

De acordo com a autoridade policial, a extradição surge no cumprimento de Mandado de Detenção Internacional, emitido pelos serviços do Ministério Público do DIAP de Sintra, por factos praticados entre 2017 e 2019, investigados pela Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária.

A investigação da PJ apurou que “o detido abusou, reiteradamente, de uma menina de 11 anos, que era sua neta, aproveitando-se desta proximidade familiar e do facto de coabitarem na mesma casa nos períodos em que ele estava em Portugal”.

A autoridade nacional deslocou-se a São Paulo, no Brasil, onde o detido lhe foi entregue pelas polícias daquele estado, e custodiou o seu transporte e guarda até território nacional, tendo o mesmo sido seguidamente presente às competentes Autoridades Judiciárias para a realização do interrogatório judicial de arguido detido.

O arguido ficou em prisão preventiva.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

A Aceitação