Terça-feira,Abril 16, 2024
26.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Preço das habitações disparou para mais 12,6% em 2022

O Índice de Preços da Habitação (IPHab) aumentou 12,6% em 2022. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE) são mais 3,2 pontos percentuais do que em 2021.
Num comunicado, o INE refere que o aumento médio anual dos preços das habitações existentes (13,9%) superou o das habitações novas (8,7%).

Preço das habitações disparou para mais 12,6% em 2022
DR

Em 2022 foram transacionadas 167.900 habitações, mais 1,3% que em 2021, e em valor, os alojamentos transacionados totalizaram 31.800 milhões de euros, o que representa um aumento de 13,1% face ao ano anterior.

Por categoria, as habitações existentes registaram uma redução de 0,1% no número e um aumento de 11,6% no valor das transações, enquanto relativamente às habitações novas, observou-se um aumento de 8,5% no número de transações e de 18,2% no valor.
O INE indica ainda que as aquisições de alojamentos pelo setor institucional das Famílias aumentaram 2,7% em 2022 face a 2021, fixando-se em 145.515 unidades e totalizando 27.300 milhões de euros.

Em 2022, registaram-se 10.722 vendas de residências, por um total de 3.600 milhões de euros, a compradores com domicílio fiscal fora do Território Nacional, correspondendo a um crescimento de 20,2% e 25,3%, respetivamente, em número e valor, relativamente ao ano de 2021.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

15.04.2024