07:34 | Sexta-feira,Março 1, 2024
6.8 C
Castelo Branco

Presidente da câmara de Kiev em Lisboa reafirma genocídio russo contra Ucrânia

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klischko, reafirmou esta terça-feira, em Lisboa, a denúncia de que a guerra da Rússia contra a Ucrânia visa destruir o povo ucraniano. “Não é uma operação especial, não é uma guerra, é genocídio, é terrorismo”, disse Klischko ao discursar na Câmara Municipal de Lisboa (CML), depois de receber a chave de honra da cidade.

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klischko,
DR

O governante ucraniano insistiu que o seu povo quer fazer parte da família democrática europeia e acusou o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, de estar a tentar reconstruir o antigo império russo.

- Publicidade -

“Não queremos fazer parte do império russo”, frisou na presença do presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, e de uma plateia de convidados que incluía vários diplomatas.

Klischko disse que a guerra na Ucrânia, em curso desde 24 de fevereiro de 2022, é o maior conflito armado na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e reafirmou que a Rússia deve ser derrotada.

“A Ucrânia tem de ter sucesso nesta guerra”, disse, admitindo que os ucranianos nunca esperaram que a Rússia invadisse o país, apesar do destacamento de tropas na fronteira dos dois países.”Sempre pensámos que não o fariam”, afirmou.

Mais de um ano depois da ofensiva russa, o governante de Kiev disse que não há uma estimativa do número de baixas civis e militares, garantindo, no entanto, que “são milhares e milhares” num país que se encontra destruído.

“Kiev não está na linha da frente, mas há 800 edifícios destruídos na cidade e 150 civis foram mortos, incluindo cinco crianças”, desde o início da invasão russa, exemplificou.

Com a sua economia destruída, a Ucrânia, através de Klischko, renovou o apelo à União Europeia (UE) para ajudar a reconstruir o país no pós-guerra. Nesse sentido, e segundo fonte oficial da CML divulgou à agência Lusa, Klischko entregou a Moedas um plano com sugestões para a participação de Lisboa na ajuda à reconstrução de Kiev.

- Publicidade -

Klischko também convidou Carlos Moedas a visitar Kiev, convite prontamente aceite pelo governante português, faltando somente acertar a data, disse a mesma fonte.

A exercer o cargo de presidente da Câmara desde 2014, o autarca ucraniano agradeceu ainda a ajuda e a solidariedade dos portugueses, em especial o acolhimento de milhares de refugiados ucranianos.

Portugal concedeu mais de 59.000 proteções temporárias a pessoas que fugiram da Ucrânia desde o início da guerra, segundo dados divulgados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) na segunda-feira.

Lisboa é o município com mais proteções temporárias concedidas, 12.570, seguido de Cascais (3.798), Porto (3.042) e Sintra (1.997), de acordo com o SEF.

“Desde que a guerra começou, ajudámos muitos”, disse Carlos Moedas, que recordou que os portugueses apoiaram os ucranianos desde a primeira hora.

A chave de honra da cidade distingue “personalidades, instituições ou organizações nacionais ou estrangeiras que – pelo seu prestígio, cargo, ação ou relacionamento com Lisboa – sejam considerados dignos dessa distinção”, segundo a CML.

Últimas

A liberdade vai passar pelo Coliseu do Porto

A Liberdade vai passar pelo Coliseu do Porto com...

Guimarães recebe Campeonato Mundial de Ginástica Acrobática

O Campeonato do Mundo de Ginástica Acrobática, que estava...

Unidade locais de saúde Castelo Branco e Guarda vão deixar de operar cancro da mama

Sete unidades locais de saúde, entre elas a de...

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses Anuncia Greve Abrangente em Busca de Valorização e Condições Justas

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) anunciou, através de...

Manuel Frexes Absolvido de Todas as Acusações após Leitura do Acórdão em Castelo Branco

Esta quinta-feira (29/2), o Tribunal de Castelo Branco proferiu...
- Publicidade -

União Europeia tem novo coordenador de contra terrorismo

O diplomata neerlandês Bartjan Wegter foi,  nesta quarta-feira, designado coordenador de contra terrorismo da União Europeia (UE CTC na sigla em inglês), com mandato...

O funeral de Alexei Navalny realiza-se em Moscovo na sexta-feira

O funeral de Alexei Navalny vai realizar-se em Moscovo na próxima sexta-feira, 1 de março. A informação foi avançada, esta quarta-feira, por Kira Yarmysh,...

Crescente vermelho suspende acções na faixa de Gaza

Crescente vermelho vai deixar de operar na Faixa de Gaza, durante 48 horas, por não conseguir garantir a segurança das equipas de emergência médica,...

Agricultores Polacos Desafiam Fronteiras em Protesto Contra Regras Europeias

Nas últimas semanas, uma onda persistente de protestos agrícolas tem varrido a Polónia, com agricultores a cerrarem fileiras, a bloquearem estradas em todo o...

Suécia Confirma Compromisso Histórico com a NATO após Ratificação Húngara

Numa declaração marcante nesta segunda feira, o primeiro-ministro sueco, Ulf Kristersson, proclamou a prontidão da Suécia em assumir as suas responsabilidades na NATO, seguindo...

Descoberta Sensacional: Nova Espécie de Orquídea ‘Calanthe yingjiangensis’ Surpreende Pesquisadores no Sul da China

Uma expedição botânica na pitoresca província chinesa de Yunnan, situada no sul do país, revelou uma emocionante descoberta para a comunidade científica: uma nova...

Israel Adverte Saída Drástica da Eurovisão Caso “October Rain”

Numa reviravolta dramática, Israel está ponderando abandonar a Eurovisão deste ano caso a participação da sua representante, Eden Golan, com a música "October Rain",...

Mistério em Vigo: Mulher Encontrada Morta em Mala Revela Facada Fatal no Coração, Autópsia Desvenda Detalhes Chocantes

Uma descoberta macabra em Vigo, Espanha, está abalando a comunidade e despertando comparações com outro caso intrigante. O corpo de uma mulher, encontrado dentro...