Terça-feira,Abril 16, 2024
26.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Press realese da CCPJ

CCPJ ruma a Trás-os-Montes

Encontros irão decorrer em Mirandela e Vila Real

Os encontros nacionais da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ) estão de volta. Na próxima quarta-feira, dia 1 de março, será a vez dos membros da CCPJ se deslocarem à Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo, do Instituto Politécnico de Bragança, em Mirandela, onde, pelas 15h00, no Auditório da EsACT, voltarão à conversa com os jornalistas, estudantes da área da comunicação social, docentes e investigadores.

No dia 2, quinta-feira, pelas 11h00, a sessão decorrerá na Sala B.0.01 – Edifício Laboratorial da UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real.

Mais uma vez sob a égide de Pensar o Jornalismo com os Jornalistas, estes encontros (depois do arranque em Coimbra em novembro e da sessão de Braga em dezembro) contam, em Mirandela, com o apoio da licenciatura em Comunicação e Jornalismo da Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo, do Instituto Politécnico de Bragança, e em Vila Real com o apoio da Pró-Reitoria para a Cultura e Serviços de Documentação e os cursos de Ciências da Comunicação da UTAD.

As conversas (que poderão ser acompanhadas à distância) pretendem dar continuidade ao propósito da iniciativa de, num contexto de proximidade, apresentar a missão da CCPJ e debater as questões que atualmente se levantam em torno do “Jornalismo que temos e que Jornalismo queremos” e as preocupações com os “jornalistas de hoje a caminho do amanhã”.

- Publicidade -

O sentido destes Encontros surge reforçado numa altura em que está em discussão o modelo de financiamento da CCPJ que depende, sobretudo, dos emolumentos cobrados pela emissão dos títulos. É imperativo refletir em conjunto sobre o que significa ser detentor de um título profissional. Do que significa ser o jornalismo uma profissão regulada. O que isso envolve. Que direitos e deveres estão subjacentes ao exercício da atividade jornalística. O que representa ser jornalista. O que é o jornalismo e quem pode e em que condições deve exercer esta atividade barómetro da Democracia, escrutinadora do poder político, económico, da justiça, representativa dos modelos sociais e culturais.

O objetivo destas conversas itinerantes é o de abrir as sessões ao diálogo, à reflexão e partilha de ideias. Entre pares, pensar o jornalismo atual, o papel dos jornalistas e, eventualmente, juntos podermos contribuir para construir bases para sugerir mudanças. Alterações a nível legislativo, comportamental e de compromisso para com a atividade jornalística.

Estão previstas vinte sessões, uma por distrito do continente, uma na Madeira e outra nos Açores, onde pelo menos dois dos nove jornalistas que compõem atualmente o Secretariado e Plenário da Comissão se disponibilizam, por um lado, a apresentar o organismo e falar sobre as suas competências e funcionalidades. E, por outro, partilhar experiências adquiridas enquanto jornalistas e no exercício das funções que desempenham na CCPJ, entidade independente de (cor)regulação dos jornalistas.

A CCPJ conta ainda com o apoio da Associação de Imprensa de Inspiração Cristã, Associação Portuguesa de Imprensa, Associação Portuguesa de Radiodifusão, Associação de Rádios de Inspiração Cristã e Sindicato dos Jornalistas na promoção e divulgação dos Encontros.

Link para a sessão em Mirandela – 1 de março, quarta-feira, às 15h00 no Auditório da EsACT – Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo, do Instituto Politécnico de Bragança

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/91836118653

Link para a sessão em Vila Real – 2 de março, quinta-feira, às 11h00 na Sala B.0.01 – Edifício Laboratorial da UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

https://videoconf-colibri.zoom.us/j/93164808300?pwd=djh0OElicjd2dE5kMmVYVC9zV1dEUT09

 

 

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

15.04.2024