Segunda-feira,Maio 27, 2024
12.5 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Rainha dona Maria I

A rainha Dona Maria I nasceu em Lisboa no dia 17 de Dezembro de 1734 e faleceu no Rio de Janeiro (Brasil) no dia 20 de Março de 1816. Casou com o Rei-Consorte que seria o Rei Dom Pedro III, que iria ter muito apoio e ajuda mútua de sua esposa.

Rainha dona Maria I
DR

Em 1777, quando a Rainha Dona Maria I subiu ao Trono Real de Portugal, o país vivia numa atmosfera de tensões e ressentimentos, pois havia herdado um Reino governado por mais de duas décadas pelo Primeiro-Ministro – Marquês de Pombal, sob o Reinado de Dom José I (seu pai). Uma nação que havia sido governada pelo despotismo iluminado e autoritário.

A monarca Dona Maria I, ao contrário de Marquês de Pombal, era uma pessoa devota à religião católica, sendo defensora das ordens religiosas e do tradicionalismo de uma Monarquia patriarcal e temperada.

Apesar das situações verificadas pela não-aceitação das políticas pombalinas, Dona Maria I resolveu afastar Sebastião de Carvalho e Melo – Marquês de Pombal do poder, enviando-o para uma prisão domiciliária e dourada em Pombal.

Vários foram os nomes sonantes sob o reinado de Dona Maria I, entre os quais: Martinho de Melo e Castro (ministro da marinha e ultramar), Diogo Pina Manique (intendente da polícia), Dom Pedro Noronha (Marquês de Angeja), Dom Tomaz da Silva Vasconcelos (Visconde de Vila Nova da Cerveira) e Frei Inácio de São Caetano (confessor da Rainha de Portugal). Foram pessoas influentes e dinâmicas no Reinado de Dona Maria I.

Várias foram as obras criadas pela monarca do Reino de Portugal: a Academia Real das Ciências (com ajuda do Duque de Lafões e o Abade Correia da Serra); a Real Academia de Marinha; a Academia Real de Fortificações, Artilharia e Desenho; a Real Biblioteca Pública de Lisboa (actual Biblioteca Nacional); a Casa Pia de Lisboa. Também no reinado de Dona Maria I, foram enviadas várias expedições científicas ao ultramar português.

- Publicidade -

O Reino de Portugal sofreu a primeira invasão francesa em 1807 (consequência da Revolução Francesa de 1789 e as posteriores políticas, do qual surgiu o General Napoleão Bonaparte no poder, com uma política militar, expansionista e imperialista) e, em Novembro, a Família Real foge para o Brasil, surgindo mais tarde o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve.

- Publicidade -
Luis Duque-Vieira
Luis Duque-Vieira
Colaborador desde a fundação d`ORegiões como Cronista sobre várias temáticas.

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor