Terça-feira,Junho 18, 2024
16 C
Castelo Branco

- Publicidade -

UBI desenvolve hidrogel para tratamento do cancro de mama


Investigador do CICS – UBI desenvolve hidrogel para tratamento do cancro de mama metastático. O investigador responsável pelo GRAPHY é Duarte de Melo Diogo. O projeto é financiado pela FCT.

Investigador do CICS – UBI desenvolve hidrogel para tratamento do cancro de mama metastático
DR

Investigadores da Universidade da Beira Interior (UBI) estão a desenvolver um projeto que tem como objetivo produzir uma nova classe de hidrogéis injetáveis, com potencial para aplicação no tratamento do cancro de mama metastático, e que será avaliado in vitro. Trata-se de um produto reticulado “in situ” através da reação tioleno, incorporando óxido de grafeno reduzido.

O projeto GRAPHY, liderado pelo investigador responsável Duarte de Melo Diogo, foi um dos projetos aprovados para financiamento pela FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia no último concurso de projetos em todos os domínios científicos e tem como principal objetivo avaliar o potencial de uma nova estratégia para o tratamento do cancro de mama metastático, contribuindo para o desenvolvimento de abordagens mais seguras e eficazes.

Os resultados deste projeto poderão ter impacto direto na comunidade científica, na indústria, na sociedade e, especialmente, na qualidade de vida dos pacientes. O desenvolvimento deste hidrogel poderá impulsionar candidaturas a fundos regionais, nacionais e europeus, permitindo ainda o estabelecimento de colaborações com outros grupos de investigação nacionais e internacionais e a indústria.

Com esta nova tecnologia, os investigadores do CICS-UBI esperam abrir um novo caminho no tratamento do cancro de mama e contribuir para a melhoria dos tratamentos disponíveis no mercado.

O projeto GRAPHY está a ser desenvolvido em colaboração com outros grupos de investigação nacionais e internacionais e a indústria farmacêutica. Espera-se que os resultados deste projeto possam ser aplicados em vários outros campos da investigação biomédica, complementando as terapias disponíveis para tratar o cancro de mama e melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

- Publicidade -

“O desenvolvimento de novas terapias e de melhor acesso a todos os cidadãos é um desígnio da maior relevância na investigação em cancro à escala mundial. Este ano, o lançamento do Dia Mundial do Cancro, que se comemora a 4 de fevereiro, foi efetuado esta segunda-feira, dia 6 de novembro, e tem precisamente como mote a campanha “Close the Care Gap”, uma iniciativa global que visa chamar a atenção para a desigualdade no acesso ao diagnóstico, tratamento e cuidados assistenciais para os doentes oncológicos em todo o mundo”, destaca a Vice-Reitora da UBI para a Investigação, Sílvia Socorro.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor