Terça-feira,Maio 21, 2024
8.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

União Europeia insta à moderação máxima após ataque iraniano em Israel

Num comunicado emitido este domingo, a União Europeia expressou preocupação perante uma nova escalada de tensões no Médio Oriente, sublinhando que a mesma “não beneficia ninguém”. O apelo foi dirigido às partes envolvidas no conflito, Israel e Irão, instando-as a agirem com máxima moderação após o recente ataque iraniano.

“A todas as partes, instamos a agir com a maior moderação”, declarou o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, em nome da União Europeia.

A União Europeia condenou veementemente os ataques iranianos, que incluíram o uso de drones e mísseis contra Israel, caracterizando-os como uma escalada “sem precedentes” nas tensões e uma ameaça à estabilidade regional.

No comunicado, enfatizou-se o compromisso da União Europeia com a segurança de Israel, ao mesmo tempo que se sublinhou a necessidade de evitar uma nova escalada de violência, que seria prejudicial para todas as partes envolvidas.

“A União Europeia mantém-se empenhada em contribuir para a segurança da região e mantém contato próximo com todas as partes”, acrescentou Borrell.

O ataque do Irão, realizado na noite de sábado para domingo, envolveu mais de 200 drones, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos, a maioria dos quais foi interceptada pelo exército israelita.

- Publicidade -

Este ataque surge na sequência de um bombardeamento ao consulado iraniano em Damasco, no dia 1 de abril, que resultou na morte de sete membros da Guarda Revolucionária e seis cidadãos sírios, intensificando as tensões entre Teerão e Tel Aviv. Estas tensões têm sido marcadas nos últimos tempos pela ofensiva de Israel na Faixa de Gaza.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

A Aceitação