08:52 | Sexta-feira,Março 1, 2024
6.8 C
Castelo Branco

Vida: É ASSIM…

É ASSIM A VIDA

Levantei-me cedo. Está um frio gélido, humidade a cortar os ossos. Ainda está escuro, mas já perscruto o iniciar da aurora, embalada pelo chilrear dos pássaros e pelo cacarejar das galinhas, sons que interrompem esse luxo chamado silêncio. É assim a vida!

Acordo numa vila do concelho de Torres Vedras. Turcifal, “vila de encantos”, como é conhecida. Esta vivenda e o quintal perderam, há poucas semanas, o seu dono. O meu pai. Que foi o mentor e grande dinamizador da elevação desta terra de gente trabalhadora e honrada a vila. Pelo seu riquíssimo património. Pelos seus encantos. Uma sensação estranha, agridoce, invade-me de súbito: como se esta vila também fosse um pouco minha e, por outro lado, o sentir que não pertencemos, no fundo, a nada nem a mais ninguém do que a nós mesmos na infinitude do universo, grão de terra da terra grande, partícula ínfima do todo celestial.

- Publicidade -

Há que sair de casa o quanto antes. Espera-me tarefa hercúlea: continuar a desocupar, limpar e varrer a oficina de restauro que o meu pai ocupou durante décadas. A pequena oficina das Velharias do Turcifal, extintas pela passagem ao Grande Oriente do seu proprietário. O meu pai, falecido há poucas semanas…

É assim a vida.

Os primeiros raios de sol ajudam a derreter o gelo instalado no tejadilho e nos vidros molhados do carro. Há ainda tempo para um café rápido no Hélio, a caminho da oficina ainda meio cheia de pequenos móveis, vidros, ceras, tintas e vernizes, papéis, quilos e quilos de papéis, apetrechos de carpintaria e ferramentas de vária ordem. E com o lixo acumulado… Tanto lixo. E pó. Muito pó.

Inicio, daqui a alguns minutos, o vaivém de idas e regressos aos caixotes do lixo. Para depositar tralha, lixo, pó. A maior foi tirada pelos funcionários diligentes da Junta de Freguesia, por duas vezes, com a ajuda do trator disponibilizado para o efeito.

Antes da última vinda dos contentores e depósitos do lixo, reparo, do outro lado da estrada, num homem precocemente envelhecido, ar sofrido e doente, olhos marejados amparados numa bengala já gasta. Atravessa, a custo, a estrada para me cumprimentar e expressar-me condolências pela morte do meu pai. Agradeci-lhe, sensibilizado. Dei-lhe uma recordação do meu pai, que eu tinha guardado para mim no carro.

– Sabe, penso muitas vezes no seu pai. Às vezes, à noite, dou comigo a pensar nele. Era muito meu amigo (nisto, lágrimas escorrem-lhe pelo rosto). Se não fosse ele, eu não tinha uma reforma, não tinha dinheiro para nada. Foi ele quem me tratou de tudo. Foi comigo a Torres (Vedras) e lá me conseguiu ajudar. Que posso eu dizer dele? O que posso pensar dele? Só bem. Muito bem. O seu pai foi um grande homem, ajudava toda a gente! – sentenciou com comoção.

- Publicidade -

Agradeci-lhe as palavras, enternecido. Despedi-me do senhor. E voltei, apressado, a casa dos meus pais, em teletrabalho, para fazer o meu marketing.

É assim a vida.

a vida do nuno
Nuno Trinta Sá

Últimas

A liberdade vai passar pelo Coliseu do Porto

A Liberdade vai passar pelo Coliseu do Porto com...

Guimarães recebe Campeonato Mundial de Ginástica Acrobática

O Campeonato do Mundo de Ginástica Acrobática, que estava...

Unidade locais de saúde Castelo Branco e Guarda vão deixar de operar cancro da mama

Sete unidades locais de saúde, entre elas a de...

Sindicato dos Enfermeiros Portugueses Anuncia Greve Abrangente em Busca de Valorização e Condições Justas

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) anunciou, através de...

Manuel Frexes Absolvido de Todas as Acusações após Leitura do Acórdão em Castelo Branco

Esta quinta-feira (29/2), o Tribunal de Castelo Branco proferiu...
- Publicidade -
Nuno Trinta Sa
Nuno Trinta Sa
Escreve artigos sobre diversas temáticas para o jornal ORegiões.

A digitalização da Biblioteca Joanina

Mais um passo a caminho do acesso mundial à informação! Poder ler, ouvir e ver, gratuitamente e em qualquer lugar do mundo, tudo o...

Artur Jorge – O futebol, a poesia e a arte podem jogar na mesma equipa

Artur Jorge - O futebol, a poesia e a arte podem jogar na mesma equipa. Via os jogos na televisão com o som desligado,...

Já visitou algum Mosteiro ou Convento?

Talvez sim, provavelmente virado a museu, a hotel, a lar, a estabelecimento prisional, a pousada, a serviço público, ou, então, reduzido a um montão...

Nem a Rússia nem a Ucrânia irão ganhar militarmente a guerra

Quantos mais ucranianos e russos terão de morrer até que se encontre um caminho para a paz? Que outras manifestações, criticando os gastos europeus...

O futebol e o futuro

Com uma sala lotada no edifício Pirâmide na cidade de Abrantes, foi assim o workshop “Preparar o Atleta do Futuro” organizado pelo município de...

CONCERTOS NAS NOSSAS IGREJAS DIOCESANAS

Concertos nas nossas igrejas diocesanas. O património edificado da Igreja quase sempre tem grande valor artístico, histórico e cultural, podendo ser usufruído por todos,...

Todos aos bofes, ao pote…

Todos aos bofes, ao pote...Alumiam-me com algum cuidado que se passam nas televisões todas, extensivos e longos debates entre fulano e sicrano. E que...

Chuva de golos na Taça de Honra José Farromba

Uma autêntica chuva de golos marcou muito pela positiva e pelo espetáculo a segunda eliminatória da Taça de Honra José Farromba 2023/2024.  Com a repescagem...