Domingo,Julho 14, 2024
26.4 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Vingança gaulesa ou o triste fado lusitano?

O RFM Somnii Intermarché parou cerca de duas horas para assistir ao jogo dos quartos de final do Euro2024. O que até estava a ser um dia de alegria, acabou numa noite de desilusão após a derrota de Portugal frente à França, mas que o seguimento do festival voltou a trazer a tão desejada festa que se vai prolongar até domingo.

Foto: UEFA media portal / Cristiano Ronaldo pode ter feito a última grande competição pela seleção portuguesa de futebol. Mbappé reencontrou o seu ídolo de adolescência e levou a melhor desta vez.

Se foi vingança gaulesa ou o triste fado lusitano, será uma opinião de cada um, mas o que é certo é que Portugal está de regresso a casa após 0-0 no tempo regulamentar e prolongamento e a sair derrotado dos penaltis por 5-3. João Félix, que foi aposta de Roberto Martínez a quatro minutos do final do prolongamento, atirou ao poste na terceira tentativa portuguesa e colocou Portugal fora da competição. Desta vez, Diogo Costa não conseguiu defender o tão desejado penalti que poderia adiar ou qualificar Portugal, mas a seleção ficou mesmo pelos quartos.

Numa análise profunda, Portugal venceu dois jogos, perdeu um e empatou dois, sendo que nos últimos três jogos não marcou qualquer golo contra Geórgia, Eslovénia e França respetivamente. A falta de eficácia e assertividade no último terço do terreno foi a nota mais negativa de Portugal, que num jogo onde apenas os golos contam e não o bom futebol praticado, as boas jogadas ou o maior número da posse de bola.
Portugal despede-se deste Euro2024 onde poderá muito bem ter sido a grande última competição do capitão Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa de futebol.

- Publicidade -
Carlos Machado
Carlos Machado
Apresentador do programa e cronista desportivo do jornal ORegiões.

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor