Domingo,Julho 14, 2024
13.6 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Agricultores Submetem 186.000 Candidaturas ao Pedido Único

Os agricultores portugueses submeteram 185.841 candidaturas ao Pedido Único (PU) até terça-feira, data limite estipulada pelo Governo após diversas prorrogações. O PU é um pedido de pagamento direto das ajudas integradas nos regimes sujeitos ao Sistema Integrado de Gestão e Controlo (SIGC). Este pedido inclui pagamentos diretos, apoios associados, ecorregimes, desenvolvimento rural, pagamentos da rede Natura, manutenção da atividade agrícola em zonas desfavorecidas e medidas florestais.

O distrito de Bragança lidera o número de candidaturas com 28.925, seguido por Vila Real com 21.897 e Guarda com 14.737. Por outro lado, distritos como Leiria, Faro e Portalegre registam um número menor de candidaturas, com 3.978, 5.203 e 5.922 respetivamente.

Na semana passada, o Ministério da Agricultura e da Alimentação prolongou o prazo das candidaturas até terça-feira, embora com uma penalização de 1% por cada dia útil devido à complexidade de algumas candidaturas. O prazo inicial terminava na sexta-feira, mas foi alargado permitindo aos agricultores submeterem as suas candidaturas durante o fim de semana sem penalização. Até quinta-feira anterior, tinham sido submetidas 179.270 candidaturas ao PU.

Pagamentos do PRR ao Setor Agrícola Atingem 21 Milhões de Euros

Os pagamentos ao setor agrícola, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), totalizaram perto de 21 milhões de euros até junho, segundo dados divulgados pelo Governo. No total, os pagamentos ascenderam a 20.891.649,32 euros até 7 de junho, com o investimento aprovado a atingir os 94.307.328,30 euros.

Os projetos aprovados incluem 26 para adaptação às alterações climáticas, 23 para Agricultura 4.0, 22 para territórios sustentáveis e 21 para alimentação sustentável. Outros avisos abrangem áreas como “uma só saúde” com 18 projetos, revitalização das zonas rurais também com 18, agricultura circular com 15, mitigação das alterações climáticas com 14 e projetos estruturantes com seis.

- Publicidade -

O investimento aprovado por aviso destaca-se nos Polos – Rede Inovação com 33,61 milhões de euros e nos Projetos Estruturantes com 13,5 milhões de euros. Seguem-se os avisos para adaptação às alterações climáticas com 4,49 milhões de euros, mitigação das alterações climáticas com 4,22 milhões de euros, promoção dos produtos agroalimentares portugueses com 4,20 milhões de euros, excelência da organização da produção com 4,13 milhões de euros e alimentação sustentável com 3,65 milhões de euros.

Por distrito, Lisboa lidera com 31,6 milhões de euros de investimento aprovado, seguido pelo Porto com 8,1 milhões de euros. O PRR destina 93 milhões de euros à Agricultura, focando-se na Agenda de Investigação e Inovação para a Sustentabilidade da Agricultura. Após a reprogramação do PRR, aprovada em setembro de 2023, a dotação total do programa ascendeu a 22.216 milhões de euros.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor