Terça-feira,Abril 16, 2024
26.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Em menos de um dia, IEFP fala em desemprego historicamente baixo em Portugal e INE anuncia aumento da taxa

O presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) disse ontem que a taxa de desemprego em Portugal está “em níveis historicamente baixos”, sendo tal ainda mais notório na região Centro, onde “praticamente não há desemprego”. Hoje, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou que a taxa de desemprego aumentou para 7,2% no primeiro trimestre de 2023. Em que ficamos?

Em menos de um dia, IEFP fala em desemprego historicamente baixo em Portugal e INE anuncia aumento da taxa
Foto: Facebook

“Em Portugal, neste momento, vive-se uma situação de certo modo confortável, porque a taxa de desemprego está em níveis historicamente baixos. Estamos praticamente numa situação de pleno emprego, sendo que na região, não só em Coimbra, mas em toda a região Centro, essa situação é ainda mais visível”, referiu o presidente do conselho diretivo do IEFP, Domingos Lopes, à margem da Feira de Emprego do Centro, que decorreu no Convento São Francisco, em Coimbra.

“Há, de facto, falta de mão-de-obra para as necessidades que as empresas têm. Mas isso é uma situação que é boa, para aquilo que se pretende”, sustentou.
De acordo com o presidente do IEFP, toda a indústria, incluindo o turismo, são setores com muitas carências em termos de mão-de-obra.

“Depois, na área dos serviços também [há carência], naquela que cada vez mais tem tido um crescimento, que é a área social, dos serviços de proximidade e serviços de apoio à comunidade. São áreas em que, de facto, as instituições que existem têm uma grande dificuldade em encontrar mão-de-obra para satisfazer as suas necessidades de trabalho”, acrescentou.

Hoje, e em rumo completamente oposto ao que foi comunicado pelo presidente do IEFP, o INE divulgou que a taxa de desemprego aumentou para 7,2% no primeiro trimestre, valor superior em 0,7 pontos percentuais à do trimestre anterior e em 1,3 pontos percentuais à do trimestre homólogo de 2022.

Em menos de um dia, IEFP fala em desemprego historicamente baixo em Portugal e INE anuncia aumento da taxa
Foto: Facebook

Segundo o Instituto, entre janeiro e março, a população desempregada, estimada em 380,3 mil pessoas, aumentou 11,0% (37,6 mil) em relação ao trimestre anterior e 23,3% (71,9 mil) face ao trimestre homólogo.

- Publicidade -

A população empregada foi estimada em 4.924,7 mil pessoas e aumentou 0,4% (21,8 mil) em relação ao trimestre anterior e 0,5% (23,8 mil) relativamente ao trimestre homólogo.

Os dados mostram que o emprego aumentou, quer em cadeia quer na comparação homóloga (mais 23 mil empregados do que há um ano), mas mostram também que o desemprego cresceu de forma significativa (mais 71,9 mil pessoas desempregadas do que há um ano).

Há uma clara incoerência sobre a questão do desemprego nas declarações prestadas pelas duas entidades. O IEFP afirma que o desemprego está em níveis historicamente baixos, o INE reforça uma subida crescente de desemprego que se tem vindo a sentir já desde o período homólogo do ano passado. Em que é que ficamos? Quem fala a verdade? Urge uma articulação entre a divulgação de informação entre as diferentes entidades, ou a veracidade da comunicação oficial do país ficará severamente comprometida.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

15.04.2024