Domingo,Julho 14, 2024
26.4 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Feridos de guerra ucranianos aplaudidos por todos exceto PCP

Um grupo de 11 militares ucranianos feridos em combate, atualmente em Portugal para reabilitação no novo centro de reabilitação de Ourém, foi esta quarta feira alvo de aplausos por parte do Governo e dos deputados na Assembleia da República, à exceção do PCP

Esta manifestação de apoio ocorreu momentos antes do início do debate com o primeiro-ministro Luís Montenegro, que já se encontrava no hemiciclo, juntamente com os restantes membros do governo do PSD/CDS-PP.

Após o presidente da Assembleia da República, José Pedro Aguiar-Branco, ter anunciado a presença dos feridos ucranianos nas galerias, estes foram aplaudidos durante cerca de um minuto pelos deputados e membros do governo, enquanto empunhavam a bandeira da Ucrânia, com exceção dos representantes do PCP.

Ao tomar a palavra, Luís Montenegro expressou o seu apoio “à memória” feita em plenário e à “homenagem à bravura dos cidadãos ucranianos que estão a ser tratados em Portugal, vítimas da agressão contínua por parte da Rússia, que continua a ameaçar os valores democráticos, os direitos humanos, a dignidade humana e o respeito pelo direito internacional”.

“O governo português, tanto o atual como o anterior, tem estado e continua comprometido com o apoio humanitário, político e financeiro para ajudar a Ucrânia a enfrentar esta agressão”, acrescentou.

Pedro Nuno Santos, secretário-geral do PS, também elogiou os soldados feridos e “todo o povo ucraniano pela sua luta em defesa da integridade territorial e da liberdade no seu país”.

- Publicidade -

Um primeiro grupo de 15 feridos de guerra ucranianos, combatentes na frente leste do país, chegou a Portugal este mês para iniciar a recuperação no novo centro de reabilitação de Ourém. Este centro, localizado em Aldeia Nova, concelho de Ourém, distrito de Santarém, foi criado pela associação Ukrainian Refugees UAPT (conhecida como HELP UA.PT), a partir da reabilitação de um antigo seminário, com o apoio de várias empresas e da sociedade civil.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor