Terça-feira,Abril 16, 2024
26.7 C
Castelo Branco

- Publicidade -

GNR na estrada até segunda-feira para “fiscalização intensiva”

Militares focam-se sobretudo na condução sob efeito do álcool ou drogas, no âmbito de uma campanha anual da Rede Europeia de Polícias de Trânsito, para promover comportamentos mais seguros.

DR

A Guarda Nacional Republicana (GNR) iniciou ontem, em todo o país, uma “operação de fiscalização intensiva” da condução sob efeito de álcool e de substâncias psicotrópicas, para promover comportamentos mais seguros entre os condutores e diminuir a sinistralidade rodoviária grave.

Em comunicado, a GNR refere que a operação, que se prolonga até 19 de junho, realiza-se no âmbito do planeamento anual efetuado pela Rede Europeia de Polícias de Trânsito (RoadPol), organização criada para melhorar a segurança rodoviária e a aplicação da lei nas estradas.

A GNR sublinha que estas operações de âmbito europeu têm como principal finalidade a criação de um ambiente rodoviário mais seguro através de uma intervenção simultânea sobre as principais causas de acidentes e procurar influenciar positivamente os utilizadores, levando-os a adotarem condutas que privilegiem comportamentos mais seguros.

A força de segurança dá ainda conta que a condução sob efeito do álcool ou substâncias psicotrópicas é “um fator de risco que tem sido objeto de uma atenção crescente nas políticas de segurança rodoviária ao nível europeu”.

No ano passado, a GNR detetou perto de 29.500 condutores com uma taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e foram detidos 13.184 automobilistas.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor

15.04.2024