Domingo,Julho 14, 2024
26.4 C
Castelo Branco

- Publicidade -

Greenvolt Investe até 50 Milhões para Substituir Central de Biomassa em Mortágua

Greenvolt planeia investir entre 40 e 50 milhões de euros, entre 2024 e 2025, na substituição da central de biomassa de Mortágua, Viseu, anunciou o presidente executivo, João Manso Neto, esta quinta-feira.

A central, com 25 anos de atividade, será substituída por uma nova unidade no mesmo local, conforme explicou João Manso Neto durante a inauguração da central fotovoltaica do polo operacional da Teixeira Duarte no Montijo, Setúbal. “Provavelmente, vamos substituir a central [de biomassa] de Mortágua”, afirmou aos jornalistas.

Segundo Manso Neto, o projeto envolve um investimento significativo, estimado entre 40 e 50 milhões de euros, a ser realizado entre este ano e o próximo. “Só estamos à espera que saia uma portaria que define o procedimento efetivo”, acrescentou o presidente executivo.

Importância da Subsidiação

João Manso Neto sublinhou que estes projetos de centrais de biomassa requerem subsidiação devido às externalidades associadas, particularmente a prevenção de incêndios florestais em Portugal. “Há aqui uma externalidade que tem de ser compensada, porque senão não funciona, os custos marginais são muito altos”, referiu.

Expansão Internacional

- Publicidade -

Esta semana, a Greenvolt também anunciou a compra de uma central de biomassa no Reino Unido, com uma capacidade instalada de 28,1 megawatts (MW). Este negócio, avaliado em mais de 230 milhões de euros, deverá ser concluído até outubro deste ano.

Histórico da Central de Mortágua

A Central de Biomassa Florestal de Mortágua foi inaugurada em 1999 pelo então primeiro-ministro António Guterres. Esta foi a primeira central em Portugal a produzir energia elétrica a partir da biomassa florestal, marcando um passo importante no setor das energias renováveis no país.

Este investimento demonstra o compromisso contínuo da Greenvolt com a inovação e a sustentabilidade, procurando simultaneamente fortalecer a sua posição no mercado energético tanto a nível nacional como internacional.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor