Domingo,Julho 14, 2024
26.4 C
Castelo Branco

- Publicidade -

JSD Distrital de Castelo Branco apresenta moção dedicada à reindustrialização, no Congresso Nacional da estrutura

O 28º Congresso Nacional da Juventude Social Democrata reuniu no Campo Pequeno, em Lisboa, entre os dias 21 e 23 de junho

A JSD Distrital de Castelo Branco submeteu ao congresso a moção “Make in Europe, with Portugal”, que foi aprovada por larga maioria. Apresentada por Tiago Lucas, a proposta dá um “importante contributo para o debate público e político sobre a reindustrialização de Portugal e da Europa”, com duas vertentes principais: a reforma do ensino profissional e a criação de clusters industriais, que permitam a especialização industrial regional.

Miguel Barroso, Presidente da JSD no Distrito, destacou o papel da juventude partidária na defesa de um Portugal mais coeso. Na sua intervenção, destacou que “Coesão Territorial significa igualdade de oportunidades, porque o “António” e a “Maria” que nascem no interior não têm as mesmas oportunidades que o “António” e a “Maria” que nascem no litoral”.

João Pedro Louro foi eleito Presidente da JSD e conta com jovens do Distrito de Castelo Banco na equipa da Comissão Política Nacional. Camila Torgal, da Covilhã, foi nomeada Coordenadora Nacional do Ensino Superior e José Maria Coelho, de Castelo Branco, coordena o Gabinete da Habitação.

Foram ainda eleitos membros efetivos do Conselho Nacional da JSD, António Saraiva, da Covilhã, e Diogo Matias, da Sertã. Bárbara Galante, do Fundão, Liliana Rebelo, de Castelo Branco, e Miguel Fernandes, da Sertã, integraram a lista ao órgão, como membros suplentes.

Hugo Ferrinho Lopes e João Diogo, anteriores Presidentes da JSD Distrital de Castelo Branco, foram distinguidos como Militantes Honorários da Juventude Social Democrata.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor