Domingo,Julho 14, 2024
13.6 C
Castelo Branco

- Publicidade -

NÁUTICA INCLUSIVA CHEGA AO MUSEU DE MARINHA NA EXPOSIÇÃO “HUMANITATIS EUROPAE”

Dezenas de caiaques construídos por crianças portadoras de deficiência, associadas a grandes humanistas de toda a Europa, estão patentes no Museu de Marinha, em Lisboa, até ao dia 18 de julho. Numa parceria do Náutico Clube Boa Esperança com a Fundação Calouste Gulbenkian, a exposição “Humanitatis Europae” propõe um novo olhar sobre os caminhos da inclusão através do desporto.

No Museu de Marinha, em Lisboa, está patente até 18 de julho a exposição “Humanitatis Europae”, uma iniciativa do Náutico Clube Boa Esperança (NCBE) em parceria com a Academia do Conhecimento da Fundação Calouste Gulbenkian. Esta mostra apresenta quatro dezenas de caiaques de madeira construídas com materiais reciclados por jovens portadores de deficiência.

O aspeto final passou pela colaboração de diferentes artistas plástic0s. A cada canoa corresponde um humanista, o que simultaneamente homenageia e dá a conhecer figuras de relevo dos diferentes países do espaço europeu.

Para Carlos Caetano, presidente do NCBE, “esta é sem dúvida uma grande oportunidade para o público conhecer de perto um projeto único que cria uma forte associação entre desporto, educação, inclusão e sustentabilidade. É para nós um grande motivo de orgulho sentir o apoio de tantos países, através das suas representações diplomáticas, o que nos leva já a pensar em voos mais altos e até numa itinerância futura por esses mesmos países”.

Contando com o Alto Patrocínio do Presidente da República, a exposição tem entrada livre e está patente na Sala das Galeotas até ao dia 18 de julho.

OS HUMANISTAS:

- Publicidade -

PORTUGAL – Damião de Góis, André de Gouveia, Fernão de Oliveira, Bernardo José Ferreira Reis, Calouste Gulbenkian, Claudina Chamiço

ALEMANHA – Albert Schweitzer

ÁUSTRIA – Karl Popper

BÉLGICA – Caroline Lamarche

BULGÁRIA – Orfeu

CROÁCIA – Faust Vrancic

DINAMARCA – Casper Eric

ESPANHA – Maria Moliner

FINLÂNDIA – Tove Jansson

FRANÇA – Joséphine Baker

GRÉCIA – Georgios Papanikolaou

HÚNGRIA – Janus Pannonius

IRLANDA – Maura Linch

ITÁLIA – Giovanni Pico Della Mirandola

LETÓNIA – Zanis Lipke

MALTA – Carmelo Psaila

NORUEGA – Fredtjof Nansen

PAÍSES BAIXOS – Desiderius Erasmus

POLÓNIA – Irena Sendler

CHÉQUIA – Jan Amos Komensk

ROMÉNIA – Dimitri Cantemir

SÉRVIA – Ivo Andric

SUÉCIA – Astrid Lindgren

SUÍÇA – Henry Dunant

TURQUIA – Mustafa Kemal Ataturk

UCRÂNIA – Oleh Hennadiovych Sentsov

VATICANO – Padre Cruz

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor