Domingo,Julho 14, 2024
13.6 C
Castelo Branco

- Publicidade -

UBI melhora desempenho em ranking dedicado ao Desenvolvimento Sustentável

A Universidade da Beira Interior (UBI) melhorou o seu desempenho no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas, de acordo com o “THE Impact Rankings 2024”

A posição mundial da UBI subiu nos ODS “1 – Erradicar a pobreza”, passando para o patamar 101-200; “3 – Saúde de Qualidade” (atual patamar 101-200); e “17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos”, atingindo o nível 201-300. No global, a UBI situa-se nas 600 melhores academias – nível 401-600 – entre 2.152 organizações analisadas, de 125 países/regiões.

Como habitualmente, o número de instituições de Ensino Superior incluídas no relatório aumentou face ao ranking do ano anterior (mais 447), com a UBI a manter a posição numa dezena de ODS: “2 – Erradicar a Fome; “4 – Educação de Qualidade”; “5 – Igualdade de Género”; “6 – Água Potável e Saneamento”; “8 – Trabalho Digno e Crescimento Económico”; “9 – Indústria, Inovação e Infraestruturas”, “10 – Reduzir as Desigualdades”, “11 – Cidades e comunidades Sustentáveis”, “12 – Produção e Consumo Sustentáveis” e “13 – Ação Climática”.

A UBI está ainda representada no ODS “7 – Energias Renováveis e Acessíveis”, onde se encontra em boa posição, no patamar “301-400”, isto é, na parte superior desta tabela que inclui perto de 1.000 entidades avaliadas.

No Ranking de Impacto, o Times Higher Education identifica as instituições que “se destacam em áreas específicas, mas também demonstram excelência abrangente na contribuição para o desenvolvimento sustentável global”, de acordo com esta organização internacional. “Ao sobressaírem numa variedade de ODS, as universidades mostram o seu compromisso em abordar os desafios mais urgentes do mundo, incluindo sustentabilidade ambiental, inclusão social, crescimento económico e parcerias”, é ainda referido pelo THE.

- Publicidade -

Destaques

- Publicidade -

Artigos do autor